6 Comentários

GJ-bu #03-04

E aqui estamos com mais dois episódios, com isso nos tornamos o fansub a ir mais longe em GJ-bu, visto que o último fez até o 3 e parou. Kyousogiga em breve, até mais. Em parceria como sempre com o AnimeLand.

Download

Anúncios

6 comentários em “GJ-bu #03-04

  1. Valeu pelo episódios.

  2. Cara, sem querer desprezar o trabalho de vocês, mas essa tradução ficou uma verdadeira porcaria. Até a tradução da PUNCH! ficou melhor.

    Esse negócio de: Cê, Tá, Tava e etc. Que diabos? Adaptação de gírias é algo para ser MAIS considerado pela dublagem, e não pela legenda. A legenda deve ser fiel ao script.
    E não teve gíria na fala da personagem.

    Eu não sei se isso é uma das regras de tradução para todos os projetos da fansub. Se for, ignore este comentário.

    • Na verdade a legenda também tem que adaptar, quer uma prova? Pega uma legenda e coloca no Google, ele te provem a tradução literal, se não tiver a mesma coisa de lá, já sabe: Teve adaptação.

      E isso é coisa minha mesmo, avalio de acordo com a idade dos personagens, eles são jovens, acho normal eles falarem “Cê”, “Tá”, “Tava”, aqui pelo menos vários dos meus amigos falam assim.

      • Eu disse que a adaptação de gírias deve ser MAIS considerada pela dublagem.
        E como eu disse, não teve gíria na fala da personagem, DOS personagens.

        Enfim, foi realmente você quem decidiu onde usar o “Cê”, “Tá”, “Tava” e ainda o grandioso “Pra” ou foi da legenda em inglês?
        Porque eu acho que você não deveria avaliar de acordo com a idade dos personagens, mas sim pela cultura, região e personalidade deles. Você consegue ver claramente que são todos personagens relativamente normais e sem coisas de rua, aos olhos de jovens rebeldes. Eles poderiam soltar uma gíria assim de vez em quando.
        E sim, gíria é coisa de moleque de rua.

        Aquela garotinha de cabelo rosa por exemplo: Se você assistiu a animação, você vai saber que ela é extremamente delicada, tímida, virtuosa, humilde, vem de uma família rica e mora em uma verdadeira mansão.
        Faz algum sentido ela usar quase que o tempo todo essas gírias? Talvez sim no estado onde “Cê” mora, não no meu e muito menos em qualquer um no japão.

        • Mas se você for pensar na personalidade, eu também sou tímido, sou praticamente um NEET de tanto não sair do quarto, e mesmo assim uso gírias adoidado na minha fala comum, e com quem eu falo também, o menos usado é o “Cê”, que ainda é usado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: